15 julho, 2013


Vou deixando o meu corpo baqueando. O final de tarde traz-me sempre aquele arrepio que tanto levo a mão, pelo corpo. O sol devém-se a um misto, e tudo se vai desaproveitando. Sinto-me cansada. E mais um dia se passou. A saudade é um arranhão. Desse lado estás tu, e, eu permaneço deste. Somos completamente apaixonados um pelo outro, tudo debaixo do mesmo sol, mesmas cores, a um sopro de distância. 
(inventado)

9 comentários:

daniela fernandes disse...

E nada foi perdido.
Tens um blog muito bonito! :))

Hanna disse...

Adoro!
r: não irei parar, escrever é das coisas que mais gosto de fazer (:

f taveira disse...

Tens um blogue muito querido (:

R: É difícil com a situação em que o país está.

Hanna disse...

e digo-te que tu também nunca deves parar de escrever, porque escreves lindamente! (:

pipa disse...

r: oh, obrigada!
Adorei :)

Ana Rita disse...

podia ser tudo assim simples podia :s

Hanna disse...

r: ora essa, só fui sincera (:

AnnaLuisa . disse...

"Somos completamente apaixonados um pelo outro, tudo debaixo do mesmo sol, mesmas cores, a um sopro de distância." Estou exactamente na mesma situação :s
O teu blog é lindooooo :D

PauloSilva disse...

Uma leve leitura de um corpo que não se engana com o peso do sentimento ♥