16 dezembro, 2015

Tu tens razão, e eu tenho orgulho. Ou tu tens orgulho, e eu razão. E isso lixa-nos. Mas, apesar de tudo, sabes bem que o nosso amor sobrevive a esses pequenos (grandes) detalhes. Pelo menos, assim tem sido.

13 comentários:

Ana Ferreira disse...

O amor sobrevive, vive e luta todos os dias. O amor é o maior dos resistentes não é verdade? E é tão lindo!
Um beijinho

TheNotSoGirlyGirl disse...

e assim é que deve de ser :) beijinho

Paulo Silva disse...

Oh cuidado com o orgulho! Pode ser um presente envenenado de nós, para nós mesmos.
Um beijinho ♥

Kiara disse...

Identifico-me um bocadinho nisto...

Simple Girl disse...

Ai.. Podia ter sido eu a escrever isto. Nem sabes o quanto me identifico nestas palavras!

Simple Girl disse...

Já agora querida, conseguiste enviar a prendinha do Secret Christmas na quinta feira passada? :)
Desculpa estar a perguntar, mas sinto-me de alguma forma responsável por saber de todas as prendinhas eheh

Simple Girl disse...

r: Pois é linda, mas o importante é tentar ter o máximo de calma e dar a volta por cima. Nem sempre é fácil, mas tem de ser!
Muito obrigada querida, assim fico mais descansada! Quanto aos prazos, não tem problema, desde que chegue bem é o mais importante
Já agora, queria também te pedir para que quando recebesses a tua prendinha me avisasses, só para eu saber que chegou tudo bem :)

Cláudia S. Reis disse...

Não escolham o orgulho demasiadas vezes. É um pequeno detalhe que pode ir minando a relação. Saibam olhar um para o outro e baixar a guarda. Eu era demasiado orgulhosa e, com o tempo, percebi que isso nada de bom me trazia.

Isa Sá disse...

O importante é que haja compreensão.

Isabel Sá
http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

Maria Sem Limites disse...

Eu não diria melhor, identifiquei-me tantoooo.

Maria Inês disse...

Já estou a seguir. beijinhos :)

K disse...

Quando é verdadeiro, sobrevive sempre :) Beijinho

Ísis disse...

A compreensão é o motor do amor!