20 janeiro, 2016

Tens razão quando dizes que já não sou a mesma. E dou voltas à minha cabeça a tentar entender se nessa verbalidade há alguma coisa de bom. Não tens a culpa do que vivi, do que me fizeram viver e das minhas fendidas tentativas  de reconstruir cada erro, e cada pedacinho. Digo isto, porque sempre ouvi de ti uma palavra de conforto e uma segurança que, outrora, ninguém teve para comigo. Habituaste-me assim, a ter-te. Sinto-me tão fria como um cubo de gelo. E fico magoada comigo própria por criar uma barreira tão "infantil", e ao mesmo tempo tão incompreendida. À parte disso, quando me dizem que a minha frieza e postura são o grande motivo de tudo isto, eu não posso dizer que não. Não deixam de ter razão, e não há coisa pior do que ouvir e sentir que, numa vez por entre tantas, eu estou errada e todo o meu esforço está errado. (E tu, melhor do que ninguém, sabes que nunca tive qualquer receio em ouvir.) Mas agora é diferente. O mundo anda estúpido, sem remorsos, e as pessoas só se fixam em passar por cima de tudo, sem olhar a quem. E, contudo, eu sinto – sinto tanto, tanto e tanto. Não pedi que as pessoas começassem a exigir mais de mim, não pedi para a vida me obrigar a ser forte. Não desta maneira. Entendo que fiques cansado, que muitas vezes tenhas que chegar ao teu limite, e noutras tantas me dês um choque de realidade  - sim -, mas entende que não tenho culpa dos demais, das perguntas sem respostas, de sentir tudo à letra e de todas as exigências que a vida me tem dado. Mesmo assim, eu sei que ando a falhar, e sei que se tudo está como está, "só" se deve a mim. Mas... apenas fica. Fica como tens ficado, apenas ama-me como tens amado, apenas...

15 comentários:

Ísis disse...

É um prazer ler o que escreves. " A culpa nunca morre só".

Virgínia Ferreira disse...

Adorei o que escreves-te.
Beijinhos
http://virginiaferreira91.blogspot.pt/

Inês Silva disse...

este texto está completamente lindo, parabéns!

www.pinkie-love-forever.blogspot.com

Miguel Gouveia disse...

Ohn, a sério?! Obrigado <3
Ler-te é quase como me ler a mim, acreditas?!

Nunca deixes que exigem de ti. Aliás, tu mais do que qualquer outra pessoa, tens de exigir de ti mesma :') Quem te ama, amar-te-á e ficará contigo. Sempre!

NEW OUTFIT POST | Look Like an Aviator
InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

Inês Silva disse...

awn muito obrigada pelo comentário querida, deixou-me muito contente!
espero que continue assim ou melhore e que continues a gostar do meu trabalho <3
beijinhos :D

www.pinkie-love-forever.blogspot.com

Inês Brito disse...

Adorei imenso este! ❤

Nês disse...

Que cantinho tão bonito!
Beijinhos da nês

http://incontro-verso.blogspot.pt

Paulo Silva disse...

Cada vez nos tornamos mais "nós", não mudamos, apenas deixamos a nossa essência vir ao de cima.
Seja como for, o mundo anda mesmo estúpido como dizes.
Beijinho *

Renata disse...

Adorei, está lindissimo.
r: Sim eu guardo essas memórias, mas eu preciso de o esquecer, de não o amar mais :s

Evandro L. Mezadri disse...

Muito bom texto, escrito com a alma!
Grande abraço, sucesso e ótima semana!

Simple Girl disse...

Adorei... Quem gostar de ti irá continuar a apoiar-te sempre, a vida é mesmo assim! Força linda :)

Simple Girl disse...

r: Muito obrigada pelo apoio querida <3

arya disse...

E vai amar, porque te ama apesar de tudo. De todas as feridas, de todas as falhas, de todas as fragilidades que tenhas. E é esse tipo de amor que nos faz bem e nos cura com o passar do tempo. :)

Ana Ferreira disse...

As vezes fazemos tão mal a nós próprios e não sabemos como muda-lo. Só queremos que alguém esteja do nosso lado, bem pertinho e que nos ajude a aconchegar as dores.

Ísis disse...

Tenho saudade de "te ler" :)