11 março, 2016

Sons, conversas de meras passagens que acabam por fazer maior sentido do que tantas outras. Movimentos que exploram atitudes, e a dúvida torna-se perigosa. Luzes que já não brilham, porque a maldade é maior que a sombra da alma ou do que o batom do coração. Placas acentuadas que permite a primeira impressão ser tão ou mais verdadeira que tudo o resto. E vou focando-me, e não consigo não deixar de prestar atenção. É impossível não calar o cérebro. Mesmo assim, desmancho-me por natureza: tomo as dores dos outros, frequentemente, uma vez que a vida me ensinou que a solidão física é bem mais persistente. E ninguém merece. Sei que penso de mais e, para mim, nem sempre um mais um é igual a dois. Criar um mundo pessoal onde eu sei que me sinto à vontade, e longe, bem longe, é-me confortante. Sabe-me bem. E, embora, a facilidade com que alguma lágrima caia, a facilidade do retorno da mesma também é igual. Nós na gargantas que foram desatados, mas que deixaram as pequenas marcas. Sapos engolidos que se tornaram pequenas príncipe-conquistas – se é que posso inventar -, e que, hoje, fazem grandes diferenças. Infelizmente, consigo sentir culpa facilmente. Isso, porque o tempo não me diminui o peso das palavras. Infelizmente, sinto tudo à flor da pele. O chá esfriou.

8 comentários:

Rita Gomes disse...

Pensamos demais. E sentimos demais também. Às vezes só queria que o meu cérebro deixasse de funcionar um bocadinho e me desse tréguas...
Beijinhos e um ótimo fim-de-semana ❤
MY FASHION ODYSSEY

Ísis disse...

"Infelizmente, consigo sentir culpa facilmente." Isto é tão eu...

Maravilhoso minha querida, ainda bem que voltei para te poder ler.

Mariana Dezolt disse...

Mais um texto incrível! Identifico-me imenso com algumas das coisas que escreves.
Kisses,
Messy Hair, Don't Care

Cláudia S. Reis disse...

As palavras que usas descrevem-me na perfeição. É como ver-me a um espelho.

Teresa Isabel Silva disse...

Adorei o texto... Não consegui deixar de me identificar com algumas partes!

Bjxxx

Daniela disse...

Obrigado pelo teu comentário no meu cantinho.
É a primeira vez que visito o teu blog e adorei a tua escrita, a forma como descreves os teus sentimentos e estado de espírito neste post, consegues encontrar as palavras certas :) Vou continuar por aqui e a visitar-te :)
Beijinho

http://fashionunderconstruction.blogspot.pt/

Ísis disse...

r: Obrigada minha querida por todo o teu apoio <3 tu sim, és uma querida.
Um beijinho muito, muito grande

nasty disse...

Identifico-me tanto com o que escreveste, parece que me descreves, mesmo a sério, ambas sentimos tudo tão intensamente!